sábado, 30 de maio de 2009

Mexidão


Receita Básica de Mexidão

1 cebola picadinha
2 alhos picadinhos
Salsinha picada a gosto
Sal a gosto
Sobras de arroz
Queijo para polvilhar
Sobras de todas as comidas que estiverem na geladeira e ainda não se transformaram em cultura de bactérias (brincadeira, têm que ser sobras próprias para consumo).

Refogar o alho e a cebola em (pouco) óleo.
Acrescentar o arroz e as outras sobras, pingar água fervida (1 xícara de café, mais ou menos), misturar.
Colocar a salsinha, misturar.
Despejar num refratário, polvilhar o queijo e levar ao forno para gratinar.

Em outros lugares também atende pelo nome de “Risoto de Sobras” , “Soborô”, gororoba ... Aqui em Bsb é Mexidão.
Esse aí da foto foi feito na wok, até o frango entrou na história, ou melhor, na panela!
Ficou meio rosado por causa do molho de cachorro-quente, mas o sabor ficou legal!

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Livros

Acabei de ler "A Menina que Roubava Livros", de Markus Zusak. Durante a Alemanha nazista, uma menina é fascinada por livros antes mesmo de aprender a ler. Quem narra a história é a Morte.
Um tanto triste, mas bonita a leitura.
Me lembrei de quando era criança e gostava de ver as capas dos livros na livraria da cidade. Imaginava que quando ganhasse o meu próprio dinheiro, compraria todos os livros que quisesse!
Que engano, os livros continuam caros e existem outras despesas que precisamos pagar!
No começo do ano entrei num site de troca de livros e já troquei alguns. Achei mais interessante do que trocar no sebo. Você disponibiliza seus livros no site e quando alguém solicitar seu livro, vc o envia pelo correio e fica com crédito para solicitar um dos livros. Quem envia o livro paga as despesas do correio, mas não fica caro. O máximo que eu já paguei foram R$ 6,50 - o site orienta a enviar como "impresso" e "registro módico".
É um jeito bacana de não ficar com livros já lidos na sua casa e de ter sempre outros recentes para ler!

terça-feira, 26 de maio de 2009





Centro Cultural do Banco do Brasil, em Brasília - vista para a ponte JK.

Formiguinhaz 2


Usei o gel antiformigas: em 2 dias elas diminuíram bastante e no terceiro dia praticamente sumiram! Agora posso até colocar um copo de suco sobre a mesa, que alegria!
Ao lado, uma foto das bichinhas fazendo a festa com o gel, mal sabiam elas, coitadinhas...
Esta foto fica irada se vc ampliá-la, dá p/ ver os detalhes das formigas!
Valeram as sugestões que recebi!

terça-feira, 19 de maio de 2009

Outra árvore

Árvore que mora atrás do prédio.

Árvores

Atrás do prédio onde eu moro têm umas árvores bem altas e que fazem uma boa sombra para os carros. Gosto de olhar para a janela da cozinha e ver suas folhas grandes e verdes. Mas descobri que nem todos os moradores compartilham da mesma opinião.
Numa reunião de condomínio, houve reclamações sobre elas: as raízes estão quebrando a calçada, as árvores podem cair e amassar os carros...
É verdade que isso ocorre, mas as árvores são tão seres vivos quanto nós. Será certo cortá-las para a nossa conveniência?






sábado, 9 de maio de 2009

Parque da Cidade








"Eduardo e Mônica trocaram telefone
Depois telefonaram e decidiram se encontrar.
O Eduardo sugeriu uma lanchonete
Mas a Mônica queria ver o filme do Godard.
Se encontraram então no Parque da Cidade
A Mônica de moto e o Eduardo de camelo."


terça-feira, 5 de maio de 2009

domingo, 3 de maio de 2009

Formiguinhaz

O apê onde moro tem formigas. Daquelas caseiras, pequenininhas e que gostam de açucar.
Procurei na internet alguma solução para exterminar as bichinhas, e descobri que rachaduras nas paredes, por exemplo, contribuem p/ o problema.
No quesito soluções caseiras, sugerem bicarbonato de sódio ou uma soluçao de água, detergente e vinagre colocados num borrifador.
Comecei a tentar este último, vamos ver no que vai dar.
Outra alternativa é um gel que vem numa seringa e segundo o fabricante, a formiga leva o gel p/ o ninho, vou ver se compro um desse.
As formigas podem transmitir doenças, são fonte de preocupação em ambiente hospitalar.
Sinto muito, formiguinhas, apesar de pequenas e bonitinhas, declaro guerra a vocês!